A NOVA DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO E A COMPARABILIDADE TRANSNACIONAL DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM IFRS: UM IDIOMA FINANCEIRO COMUM OU UMA TORRE DE BABEL?

Autores

  • Guillermo Oscar Braunbeck Universidade de São Paulo (FEA/USP) – São Paulo (Brasil)
  • Rudah Giasson Luccas Universidade de São Paulo (FEA/USP) – São Paulo (Brasil)

Resumo

Este estudo discute as modificações propostas pelo IASB na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE). As modificações poderão impactar todas as entidades, em várias indústrias, e podem apresentar alguns desafios na implementação, mas também uma oportunidade para uma comunicação mais eficaz. A proposta de modificação é recente e estudos que avaliam os potenciais impactos da proposta do IASB ainda são incipientes. Assim, nossa discussão será fundamentada à luz da literatura acadêmica e da observação empírica, com base em empresas no setor de celulose e papel, além de avaliarmos a aplicabilidade das proposições no caso particular do Brasil, com base em manifestações feitas por entidades brasileiras no processo de audiência pública da minuta de exposição do IASB. Ao fim, concluímos que há desafios ainda a serem endereçados pelo IASB, mas ao menos em certos pontos do projeto, a proposta poderá melhorar a comparabilidade das informações contábeis e, em decorrência, sua relevância e utilidade para os agentes de mercado.

Biografia do Autor

Guillermo Oscar Braunbeck, Universidade de São Paulo (FEA/USP) – São Paulo (Brasil)

Professor - Doutor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA/USP). Professor convidado da Fundação Getúlio Vargas (EAESP). Membro do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), representando a FIPECAFI. Diretor financeiro da Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis (FACPC). Membro Titular do Conselho Fiscal de diversas companhias. Economista graduado pela Unicamp e Doutor em Contabilidade pela USP. Atuou no segmento de auditoria independente, consultoria em processos de fusões e aquisições, auditoria interna e gerência de riscos. Foi Controlador Adjunto da Universidade de São Paulo. Ocupou de 2011 a 2014 o cargo de gerente de projetos no International Accounting Standards Board (IASB), órgão emissor nas Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS) situado em Londres, onde liderou projetos com o propósito de promover a aplicação coerente das IFRS no mundo.

Rudah Giasson Luccas, Universidade de São Paulo (FEA/USP) – São Paulo (Brasil)

Membro do Comitê de Normas de Contabilidade (CNC) do Ibracon e membro do Grupo de trabalho de Normas Internacionais (GT-IASB) do CPC. Auditor independente, é também doutor em Ciências Contábeis pela Universidade de São Paulo (FEA/USP), professor em cursos de Ciências Contábeis e autor de diversos artigos publicados em periódicos acadêmicos, tanto no cenário nacional quanto internacional, além da participação em coautoria em livros contábeis.

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos - Contabilidade Financeira, Auditoria e Tributação