USO DE INFORMAÇÕES DE CUSTOS, VALOR E CONCORRÊNCIA NO PROCESSO DE ESTABELECIMENTO DOS PREÇOS

Autores

  • Juliana Ventura Amaral Faculdade Fipecafi – São Paulo (Brasil)
  • Reinaldo Guerreiro Universidade de São Paulo – São Paulo (Brasil)

Resumo

Os preços são definidos a partir de informações, normalmente de três tipos: custos, valor e preços dos concorrentes. Os tipos das informações usadas podem variar dependendo do enquadramento da empresa como tomadora ou formadora de preços. Para investigar os tipos de informações enfatizados por tomadores e formadores de preços, este estudo aplicou em questionário a empresas industriais localizadas no Brasil. As 380 respostas obtidas permitiram identificar que, de modo geral, todas as empresas, sejam tomadoras ou formadoras de preços, enfatizam o uso de informações de custos no estabelecimento dos preços. A combinação às informações de custos, todavia, varia de acordo com o enquadramento das empresas. Tomadoras de preços priorizam a combinação dos custos a informações dos preços dos concorrentes enquanto que formadoras de preços priorizam a combinação dos custos a informações do valor. A aplicação teórica deste estudo está na evidenciação de que o resultado das prévias pesquisas, frequentemente encontrado e criticado, de amplo uso de informações de custos e dos preços dos concorrentes mais do que uma escolha, pode representar uma necessidade das empresas. A aplicação prática está na revelação de que as empresas não precisam se ater a um único tipo de informação para definirem os preços, pois elas podem combinar diferentes tipos de informações para aprimorarem suas decisões.

Biografia do Autor

Juliana Ventura Amaral, Faculdade Fipecafi – São Paulo (Brasil)

Bacharel em Ciências Contábeis, Mestra e Doutora em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP). Recebeu prêmios por ter sido a melhor aluna do curso de graduação de Ciências Contábeis da FEA/USP em 2009 e por ter defendido a melhor dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da FEA/USP em 2012. Professora e pesquisadora no programa de Mestrado Profissional em Controladoria e Finanças da FIPECAFI. Revisora e membro de conselho editorial de periódicos nacionais e internacionais.

Reinaldo Guerreiro, Universidade de São Paulo – São Paulo (Brasil)

Bacharel em Ciências Contábeis, Mestre e Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP). Professor Titular da FEAUSP. Foi Chefe do Departamento de Contabilidade da FEA-USP em duas gestões e Diretor da FEA-USP no período julho/2010 a julho/2014. É pesquisador em Controladoria e Contabilidade Gerencial tendo publicado diversos livros e diversos artigos científicos em revistas nacionais e internacionais. Atual presidente do Comitê de Auditoria da Petrobras Gás S A. Membro do Conselho de Administração (desde 2007) e membro do Comitê de Auditoria da Cia. de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - SABESP. Atual presidente do Conselho Curador da Fipecafi. Foi membro do Conselho de Administração da Petrobras Distribuidora e membro do Comitê Estratégico dessa empresa no período 2016 a 2018. Foi membro do COEST - Comitê Estratégico de assessoramento ao Conselho de Administração da empresa Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras de 2016 a 2018. Consultor especializado em controladoria e na gestão econômica de empresas, com ênfase em sistemas e gestão de custos, pricing e planejamento.

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos - Controladoria e Contabilidade Gerencial